Djonga – O Menino Queria Ser Deus [2018]

O anúncio do segundo disco de Djonga foi repleto de polêmicas e questões abertas – se o seu nome, O Menino Que Queria Ser Deus, pode parecer mais uma das faces da elevada e justa autoestima do rapper mineiro, além de brincar com a religiosidade alheia, ele também continha o subtítulo: “2017 foi o melhor e o pior ano da minha vida”. A dualidade entre o reconhecimento e fama tomados por assalto através de sua primeira Heresia carrega também o peso e responsabilidades de um “sujeito homem” que agora se tornou uma pessoa pública, um alvo facilmente exposto devido à falta de pudor de suas palavras.

Em um contexto em que a luta racial no Brasil nunca se mostrou tão latente e gritante por conta da morte da vereadora carioca Marielle Franco – defensora dos direitos humanos, mas, acima de tudo, representante política negra em um contexto sempre monocromático nas altas elites brasileiras -, Djonga é ainda mais necessário. Seu primeiro disco, Heresia, foi o grito desesperado de uma vida inteira marcada por preconceitos, racismo e “planos de carreira” bem estabelecidos – seu destino de se tornar apenas mais uma mão-de-obra subutilizada, mal paga e pouco reconhecida foi virado para baixo. Acima de tudo, foi uma transformação feita a partir da retomada da voz negra enquanto potência de protesto, escolha distinta da busca atual no Hip Hop em que tais questões parecem distantes como Mano Brown aborda nesta entrevista.

Ouça, por exemplo, Olho de Tigre ou Esquimó- faixas anteriores a este trabalho -, caso você desconheça o rapper, para entender como tais questões são abordadas dentro de sua obra. Longe de perder tal impulsividade e resistência, Djonga se transformou em seu segundo disco. Enquanto Heresia foi feito na correria, O Menino Que Queria Ser Deus é o seu primeiro disco bem pensado, ambicioso, maduro e trabalhado nos detalhes. Isso é perceptível do começo ao fim ao mostrar uma cadência distinta, menos agressiva em alguns momentos e que sabe explorar a voz do rapper mineiro de outras maneiras.

Djonga – O Menino Que Queria Ser Deus: Monkeybuzz
Djonga O Menino Queria Ser Deus 2018 - Djonga - O Menino Queria Ser Deus [2018]
Djonga – O Menino Queria Ser Deus [2018]
  • ArtistaDjonga
  • Álbum: O Menino Queria Ser Deus
  • Ano: 2018
  • Gêneros: MPB, Rap underground, Hip Hop
  • Duração: 00:39:00
  • Qualidade: 320kbps
  • Gravadora: CEIA

Lista de músicas

  1. Atípico
  2. Junho de 94
  3. Ufa (pt SIDOKA & SANT)
  4. 1010
  5. Solto (pt HOT)
  6. Canção Pro Meu Filho
  7. Corra (pt PAIGE)
  8. Estouro (pt KAROL CONKÁ)
  9. De Lá
  10. Eterno

Sobre Download MPB

Você também pode gostar

Cantor Vavá fala sobre suposto namoro com Gugu

Cantor Vavá fala sobre suposto namoro com Gugu

Vavá ou Wagner Duarte, o vocalista da banda Karametade, é apontado como suposto namorado de nada mais, nada menos do que o Gugu Liberato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *