Download MPB

O melhor da música popular brasileira!

O álbum “Caetano Veloso” (também conhecido como Trilhos Urbanos) foi lançado em 1986 pela Nonesuch, chegando no Brasil no ano de 1990, através da Philips Records.

(…) A voz não estava (não podia estar) descansada e o canto não está relaxado e concentrado o suficiente. Mas, comparado com ‘Totalmente Demais’, é um luxo de simplicidade.

Tem um Cole Porter e um Michael Jackson. O Cole tem beleza até no canto. E o Jackson, embora esbanje suíngue da concepção ao fraseado (com o hiperluxuosíssimo auxílio do tamborim de Marçal), contém um erro de letra que me incomoda.

Um trecho da canção ficou faltando no encarte do disco de Michael e nem Maurice Hughs (inglês), nem Arto Lindsay (americano) conseguiram decifrar o que ele dizia pela audição do disco. Acho que era “she said my baby we danced till three” e nós tínhamos chegado a “she said my baby, best of three”, e assim eu gravei.

Mas tem as maravilhosas frases de Toni Costa que homenageia Perinho Albuquerque (ouçam minha velha gravação de Eleanor Rigby). ‘Cá Já’ é uma jóia instrumental com um canto que não atrapalha. ‘Terra’ rivaliza com a linda gravação original, às vezes com grande vantagem.

Enfim, tudo é de uma delicadeza e riqueza de nuances que eu me orgulho de poder lançar este disco agora no Brasil.

Como novo. É novo. ‘O Pulsar’ está lá dizendo que há de voltar muitas vezes. E ‘Odara’, que não ia entrar, aparece até pelo avesso.

E ‘Saudosismo’, de que eu nem me lembrava (acho que foi um pedido de Marcelo), é uma perfeita tradução de alguma coisa que não sei bem o que é, mas que tem a ver com este disco ser um permanente rondar o mundo de João Gilberto, e um permanente fugir-lhe, não por defesa de alguma coisa minha própria, mas por respeito redobrado pela própria coisa dele que é preciso cuidar para que não seja substituído por versões facilitadas e açucaradas (vejo em mim o risco de ser puxado para isso).

Como existe João, e para que não se esqueça isso, este é um disco de rock and roll. Sem aspas.

Caetano Veloso – Correio da Bahia (22/10/90)

Lançado apenas em 1990 aqui no Brasil, é uma espécie de primo rico de “Totalmente demais” e um dos meus top 5 preferidos de Caetano.

É simples mas explora muito bem as harmonias. Ele canta maravilhosamente bem, as percussões são discretas e pontuais. É muito classudo em seu minimalismo.

Apesar de ser basicamente um disco de regravações, a maioria das canções está em versão de grande beleza aqui, na simplicidade, despidas.

É o caso de “O homem velho”, “Trilhos Urbanos”, “Cá-já”, “O leãozinho”, “Eu sei que vou te amar” e até mesmo “Odara” que ficou linda apenas com violão. Merece muito mais atenção do que recebeu.

1986 – Caetano Veloso (Trilhos Urbanos): Caetano Completo
Capa do álbum "Caetano Veloso (Trilhos Urbanos)", lançado em 1986
Caetano Veloso – Caetano Veloso (Trilhos Urbanos) [1986]
  • Artista: Caetano Veloso
  • Álbum: Caetano Veloso (Trilhos Urbanos)
  • Ano: 1986
  • Gêneros: MPB, Folk, Bossa nova
  • Duração: 00:41:02
  • Qualidade: 192 Kbps
  • Tamanho: 57 MB
  • Gravadora: Nonesuch Records; Vanguard Studios; Philips (desde 1990)
  • Produção: Robert Hurwitz

Lista de músicas

  1. Trilhos urbanos (Caetano Veloso)
  2. O homem velho (Caetano Veloso)
  3. Luz do sol (Caetano Veloso)
  4. Cá-já (Caetano Veloso)
  5. Dindi (Tom Jobim / Aloysio de Oliveira) / Eu sei que vou te amar (Tom Jobim / Vinicius de Moraes)
  6. Nega maluca (Fernando Lobo / Evaldo Ruy) / Billie Jean (Michael Jackson) / Eleanor Rigby (Lennon / McCartney)
  7. O leãozinho (Caetano Veloso)
  8. Coração vagabundo (Caetano Veloso)
  9. Pulsar (Augusto de Campos / Caetano Veloso)
  10. Get out of town (Cole Porter)
  11. Saudosismo (Caetano Veloso)
  12. Odara (Caetano Veloso)
  13. Terra (Caetano Veloso)

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.